terça-feira, 7 de outubro de 2008

Nederlandse Spellenprijs 2008

Mais um prémio atribuído pelo mundo da indústria dos jogos de tabuleiro, desta feita é o Prémio para o Jogo do Ano Holandês.
O vencedor foi Cuba de Michael Rieneck e Stefan Stadler. Trata-se de um jogo de gestão que foi "beber" muita da sua mecânica a Puerto Rico. Lembro-me deste jogo estar rodeado de grande expectativa por toda a comunidade de boardgamers, antes da feira de Essen do ano passado, que acabou por não ter sido correspondida. Este prémio holandês vem mostrar que este jogo é muito apreciado para alguns elementos do júri holandês!
Os restante classificados na apreciação do júri holandês foram os seguintes:

  • Cuba - 910 pontos
  • Yspahan - 850 pontos
  • Burgers' Zoo - 623 pontos
  • League of Six - 494 pontos
  • Voor de Wind - 367 pontos
  • Thebes - 227 pontos
  • Tzaar - 217 pontos

11 comentários:

Paulo Santos disse...

Este jogo faz parte da minha lista de preferências. Quem gosta do Puerto Rico e do Goa, com toda a certeza vai gostar deste jogo. O design gráfico do tabuleiro e dos restantes componentes do jogo é excelente. O mecanismo do jogo está muito bem concebido. Não sei quais vão ser os jogos disponíveis para hoje (7/10/2008), mas se quiserem posso levar este jogo.

Carlos Abrunhosa disse...

Tenho a certeza que se não for hoje há-de ser um dia destes. Todas as semanas nos reunimos, logo, se estiveres interessado podes aparecer todas as semanas!

Paulo Santos disse...

Então mão querem que leve o jogo?
Quais vão ser os jogos para jogar?
Posso levar 1 pessoa comigo?

Jorge Teixeira disse...

Paulo!

Podes trazer quem tu quiseres, o local aguenta pelo menos com 200 pessoas, por isso estás à vontade...!

Até logo!

Abraço

Carlos Abrunhosa disse...

200!!!

Não é bem! Até porque o refeitório é o do pessoal e não o das crianças, como era a minha intenção! Mas a Coordenadora do Centro achou que estaríamos mais aconchegados no refeitório do pessoal. Bom tudo se há-de arranjar e se for preciso mais mesas há lá muitas para ir buscar!

Paulo era mesmo isso que andava para te dizer à algumas horas atrás - trás amigos e amigas conhecidos(as) teus!

Duarte disse...

Cuba deixou de facto, a meu ver, muito a desejar. Apesar da bela produção gráfica e da boa qualidade dos componentes ainda falta "um bocadinho assim" para poder ser comparado ao PR e mesmo ao GOA. O único mecanismo verdadeiramente inovador no jogo é o do Governo / Parlamento através do qual se consegue manipular uma ou duas categorias de scoring, que também beneficiam na maior parte das vezes algum dos nosso adversários.

Das duas vezes que joguei dei-lhe um 7 mas a atirar para o 6.5, no entanto valerá sem dúvida a experiência.

Cumps
Duarte

Carlos Abrunhosa disse...

Ainda não o joguei e as minhas opiniões são apenas fundamentadas naquilo que li. Um dos novos elementos do nosso grupo o Paulo Santos, tem o jogo e em breve iremos jogá-lo.
Mas opinião generalizada é que o jogo é um bocadinho dejá-vù.

Rober disse...

Que bem que vocês também fazem notícios do prémio Holandês. :-)
E que bem saber que Portugal tambem tem muitos jogadores.

Um abraço dum jogador Holandês.

Carlos Abrunhosa disse...

@Rober

Dank u Rober.
Al het nieuws in de wereld van de games zijn belangrijk voor ons en de premie Nederlands geen uitzondering op die regel!
Verschijnt en altijd laat uw opmerking, misschien een dag ben je niet welkom in ons land voor een date? ;)

Carlos Abrunhosa disse...

Agora em português!

Muito obrigado Rober.
Todas as notícias do mundo dos jogos são importantes para nós, e o prémio holandês não foge a essa regra!
Aparece e deixa sempre o teu comentário, quem sabe um dia não te poderemos acolher no nosso país para um encontro? ;)

rober disse...

Quem sabe, Carlos,
Muito obrigado pelo convite ;-)

Ja faz muito tempo demais que estava em Portugal.
Morei algun tempo no Porto e sempre tem muita saudade para voltar.