domingo, 11 de janeiro de 2009

Gift TRAP - A minha opinião

À já algum tempo que me apetece sentar ao computador e escrever um artigo opinativo sobre um jogo que me foi oferecido gentilmente por um amigo, e que se chama Gift Trap, porém a contenda exige discernimento e alguma responsabilidade na escrita, pois a uma prenda temos sempre receio de julgar, não vá isso ser mal interpretado.


Mas cá estou eu, cheio de vontade, para vos falar sobre este Gift TRAP e dar-vos a minha opinião sobre este jogo, que vale o que vale (a minha opinião, claro!). A edição que me foi oferecida é da portuguesa Morapiaf, de quem já vos falei aqui à tempos, e que muito simpatizo, pois aquela gente tem feito um grande esforço por publicar em português, o que não é fácil, convenhamos.

Gift Trap é um party-game para 3 a 8 jogadores com mais de 6 anos. Como todo o party-game é suposto haver diversão e bom ambiente a jogar um jogo desta categoria e é por aí que quero começar. Este jogo tem esse atributo mas pode ser mal interpretado se for jogado por gente que não se conhece muito bem. Eu explico...

Basicamente em Gift Trap temos de oferecer as prendas certas aos nossos adversários para assim evoluirmos na nossa pontuação de DAR e ao mesmo tempo é importante que nos ofereçam as prendas que mais gostamos para evoluir na pontuação de RECEBER. Confusos? No início pode parecer msa depois é muito fácil. No fundo aquilo que oferecemos influencia a nossa pontuação e também daquele a quem damos e vice-versa. Esta mecânica é muito sui generis pois, quanto a mim, inspira-se muito na realidade.

O jogo vem condensado num caixa em forma de cubo e é feito com bons materiais. Destaco os sacos das prendas que têm um aspecto magnífico e cuidado.


Na primeira fase do jogo, todos os jogadores escolhem, de entre um conjunto de prendas expostas no tabuleiro, aquela que mais agradará a cada um dos seus parceiros de jogo. Não é permitodo repetir a mesma prenda para duas pessoas! É aqui que começam os problemas. Se para uns é muito fácil escolher para outras as escolhas resumir-se-ão ao menos mau! E essas escolhas ofertas podem deixar tudo a perder...


De seguida, após a atribuição das prendas aos parceiros de jogo, cada jogador vai colocar sobre as prendas exposta quatro tokens, um que diz Great, outro que diz Good, outro que diz Ok e um que diz No Way.

À vez cada jogador volta os seus tokens e revela sobre que prenda colocou cada um dos anteriores tokens. Em seguida volta os cartões das prendas que lhe foram dadas pelos seus parceiros e confronta as prendas com os seus gostos (definidos pelos tokens sobre as prendas).


Efectua-se então a pontuação. Cada prenda que nos tenha sido oferecida e que corresponda ao nosso token "Great" faz com que subamos 3 pontos na nossa pontuação de RECEBER e faz subir também 3 pontos a pessoas que nos fez essa oferta mas na pontuação de DAR. As correspondências para o token Good faz-nos subir 2 pontos na pontuação RECEBER de 2 pontos ao nosso parceiro na pontuação de DAR. O mesmo acontece com o token Ok, mas apenas um ponto. Quanto ao token No way, ele faz com que percamos 4 pontos na nossa pontuação de RECEBER e faz perder 4 pontos a quem nos oferece na sua pontuação de DAR. Para prendas que não tenham correspondência, ou seja, a quem não atribuimos nenhum token, só quem nos oferece é que perde 1 ponto na sua pontuação de DAR.

O jogo termina até que algum dos participantes consiga atingir a cada Gift Trap com o marcador de DAR e de RECEBER!

E cá está, um jogo giro, bem disposto e sem grandes pretensões senão de entreter um grupo de amigos numa soirée aconchegante à beira da lareira.

Ponto negativo neste jogo é o sentimento de desconsolo que ele cria naqueles que o levam muito a sério. Por isso, quando o jogarem e se não estiverem a receber as prendas que realmente dão mais valor ou se as prendas que oferecem nunca correspondem aos gostos dos parceiros, nada de sentimentos de culpa, é só um jogo!

O meu conselho é que tirem este jogo da prateleira se o grupo que o vai jogar já se conhece um pouco, porque com pessoas completamente "estranhas" pode tornar-se bastante constrangedor!

Apreciação global muito boa dentro da sua categoria.

NOTA: 16/20

4 comentários:

TaxiDriver disse...

O jogo até pode ser engraçado,mas 16/20. Que apreciação global darias a um Agricola 30/20?

Carlos Abrunhosa disse...

Pois 30/20 não estaria correcto pois se a escala só vai até 20!

Mas claro que entenderás que não estamos a falar do mesmo tipo de jogos. São de campeonatos diferentes.

Conheces Gift Trap? Não gostas?

simpson disse...

Aqui no blog dizes parceria com a Morapiaf. Isso dá descontos ou é só publicidade?

Carlos Abrunhosa disse...

Esses assuntos fazem parte da política interna do blogger! :)