quinta-feira, 13 de março de 2008

A nossa sessão de 2ª feira...

Na passada 2ª feira jogámos a primeira sessão da nossa Campanha de Dungeons & Dragons!
Tentei fazer sobressair o sabor mais clássico do D&D e, para isso, apoiei-me em alguns lugares comuns.

Clichet nº1: As personagens não se conhecem de lado nenhum. Apenas calha estarem no mesmo local (uma taberna, de caneca na mão) à mesma altura (o momento em que alguém desata à porrada).

Clichet nº2: Lá fora, chega um arauto e, tocando a sua trombeta (TAM TARAM TAAA), anuncia: "O Grande Mago Hélder necessita de valerosos aventureiros para uma missão de alto risco!"

Clichet nº3: Os convivas que há pouco estavam emocionados com a porradaria agora não parecem achar tanta graça à promessa de aventura. Sobram só as nossas personagens que seguem o arauto até à...

Clichet nº4: Torre do Mago. É que qualquer mago que se preze tem de viver numa torre de pedra num cume desolado no meio de nenhures.

Clichet nº5: O ladrão quer escalar a torre. Sempre que eu joguei esta aventura o jogador que fazia de ladrão queria, porque queria, escalar a torre!

Anyway, resumindo: o nosso grupo de aventureiros aceitou a missão do Grande Mago Hélder e seguiu até ao Château Nemetsk para salvar o elfo Taran que está desaparecido há três dias... O Château, já em ruínas, está ocupado por um bando de gnolls, homens-lagarto e sabe-se lá mais o quê...!

5 comentários:

Gabriel disse...

Estas aventuras parecem interessantes, que material é que usam?

Carlos Abrunhosa disse...

Para já nenhum muito especial, apenas a grelha do D&D com os diferentes poderes e características da nossa personagem e depois o mapa do Château Nemetsk, cortesia do Tiago, o nosso mestre (ala, ala)

Jorge Teixeira disse...

Gostei! Estávamos um pouco inibidos no início, não queríamos fazer muitas asneiras mas depois tornou-se divertido. É claro que a actuação magnifica do nosso mestre deu um toque especial à coisa.
Gostei sobretudo de saber que depois de muitos ferimentos para matar o big boss lagartixa, ele afinal n era assim tão mau e podería-nos ajudar no futuro, mas tasse bem, a nossa onda é matar tudo que mexe mesmo...!

Abraços

João Tiago disse...

Estamos a usar as regras de D&D 3,5 edition. Jogamos no Setting de Forgotten Realms, neste caso nas fronteiras do reino de Cormyr que sofreu, muito recentemente, um ataque massivo por um exército composto de orcs, goblins e outras criaturas ainda piores, encabeçado por um dragão! Este foi morto pelo rei Azoun IV que, infelizmente, também morreu no confronto... depois disso, os orcs debandaram e esconderam-se em várias fortalezas abandonadas - como é o caso deste nosso Château Nemetsk, plantado nas colinas das Montanhas Cornudas (High Horn Mts).

Gonçalo disse...

heheheh! Matar tudo o que mexe...este nosso amigo halfling quer mesmo é pancadaria.
De facto assim que começamos a ficar mais desinibidos o divertimento aumentou. E não há dúvida que o nosso mestre teve um papel fundamental nessa desinibição.
Abraços,
Gonçalo